Notícias

18.10.2017

O CEGH-CEL  (Centro de Pesquisas sobre o Genoma Humano e Células-Tronco)  convida os profissionais da área da saúde, pesquisadores e familiares de indivíduos com autismo para o simpósio  "Genética do Autismo" que será realizado no dia 25 de novembro, sábado.

 O evento tem o objetivo de promover a atualização  na área de Genética de Autismo e discutir a relevância de testes genéticos em transtorno do espectro autista (TEA) , além de oferecer uma ótima oportunidade para aumentar a  interação entre pesquisadores, médicos e pacientes e trazer as pesquisas em andamento na área de genética de doenças psiquiátricas, com enfoque em TEA. 

Para saber mais sobre o simpósio e fazer inscrição acesse o link:

www.genoma.ib.usp.br/simposio-genetica-do-autismo

 

04.09.2017

O Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL) está contratando profissional para a área de atendimento ao cliente em laboratório de testes genéticos:

Requisitos:

Nível superior completo, com preferência em ciências biológicas
Bons conhecimentos em rotina laboratorial/hospitalar
Domínio de informática, especialmente Windows e Excel
Experiência em atendimento a clientes telefônico e presencial

Atividades que irá desempenhar:
Atendimento telefônico e presencial, dar informações ao público sobre os exames (prazos, procedimentos, valores)
Recepção de pacientes no local
  -  Organização de relatórios de testes genéticos  e envio para os médicos
   - Controle de entrada de exames e liberação de resultados 
Eventualmente alimentar planilhas financeiras e gerar relatórios de receitas provenientes dos exames.

Interessados deverão encaminhar CV para wfalciano@ib.usp.br. Os candidatos selecionados serão chamados para uma uma entrevista onde serão discutidos em maiores detalhes as atribuições e o formato e valor da contrapartida financeira.

22.05.2017

Descoberto mecanismo celular que desencadeia síndrome rara

Neste último dia 22 de maio de 2017, a Agência Fapesp  publicou uma  noticia referindo-se ao nosso Centro de Pesquisa (CEGH-CEL) sobre a síndrome de Richieri-Costa Pereira. Nele é informado que os pesquisadores deste Centro de Pesquisa  e da Duke University, nos Estados Unidos, descobriram que nos casos da síndrome Richieri-Costa Pereira  ocorrem problemas no processo de migração e diferenciação celular durante a formação do crânio e face, processos que ocorrem no primeiro trimestre de gestação humana.

A síndrome de Richieri-Costa Pereira é uma doença autossômica recessiva descrita pela primeira vez em 1992 pelo professor Antonio Richieri-Costa e equipe do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (USP) em Bauru. Atualmente há mais de 20 pacientes conhecidos com a doença no Brasil (e um no exterior), mas o estudo da doença pode dar pistas importantes sobre a formação craniofacial durante o desenvolvimento fetal e até mesmo para a bioengenharia.

 

Continue a ler a notícia pela Agência Fapesp

 

 

Páginas